terça-feira, dezembro 17, 2013

Lançamento Ensaios de Teatro Nº 2 em Gaia

E na sexta-feira, 20 de Dezembro de 2013, pelas 18h30, lançamos a revista "Ensaios de Teatro" Nº2 (terceira edição) na Biblioteca Municipal de Vila Nova de Gaia.
Entrada Gratuita.
A não perder!

CINENSAIO - extensão Cinanima 2013

O TEatroensaio e o Cinanima convidam-n@ a assistir ao evento
CINENSAIO - extensão Cinanima 2013

Quinta-feira, 19 de Dezembro de 2013, 21h30
Cace Cultural do Porto
Entrada Gratuita

quarta-feira, dezembro 11, 2013

TEatroensaio Fora de Palcos 2013



- Lançamento da revista "Ensaios de Teatro" nº 2 (terceira edição, Parceria Deriva Editores)
- Apresentação do texto vencedor do dramaTEns 2013 - Concurso Anual de Dramaturgia do TEatroensaio
"Do Avesso" de Gustavo Guerra
Excertos lidos por: Cristovão Carvalheiro, Inês Garrido, Patrícia Teixeira, Pedro Roquette.
Direcção de Inês Leite

Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2013, 18h30
Salão Nobre do TNSJ
Entrada Gratuita
A não perder!

sexta-feira, outubro 25, 2013

DramaTEns 2013 - anúncio do vencedor

Agradecemos a todos os participantes do primeiro concurso de dramaturgia do TEatroensaio pelo empenho.
O vencedor do primeiro dramaTEns é Gustavo Guerra com o texto
 "Do Avesso", Parabéns!!!

segunda-feira, setembro 09, 2013

Estreia "Arte de Ser - Imprecação a Teixeira de Pascoaes"


TEatroensaio apresenta a estreia da sua nova criação
Arte de Ser
Imprecação a Teixeira de Pascoaes
texto e encenação de Inês Leite


Apresentações:
Dia 19 de Setembro de 2013, 21h30.
Local: Teatro Carlos Alberto, Porto.
Este espectáculo terá a sua estreia absoluta no Teatro Carlos Alberto, Porto, inserido no Corrente Alterna – Mostra de Criações Incógnitas, Linha de Programação Resistor (uma coprodução Cia Erva Daninha e Teatro Nacional São João)
Informações e Reservas: 800 10 86 75 ou bilheteira@tnsj.pt (PVP: 10,00€)

De 20 a 29 de Setembro de 2013, 21h30 (de quinta a domingo).
Local: Blackbox, Cace Cultural do Porto, Porto.
(estacionamento gratuito)
Produção: TEatroensaio
Informações e Reservas: 918626345 ou teatroensaio@gmail.com (PVP: 5,00€ / Estudantes 3,00€ )

Duração : (aprox.) 55 minutos
Classificação etária: 12 anos

 Sinopse:
 Este monólogo para uma actriz apresenta numa imprecação satírica ao texto de Teixeira de Pascoaes Arte de Ser Português, questionando a “superioridade” ideológica da nossa cultura e identidade assentes sobre a ideia de “Saudade”, proposta numa época plena de contradições políticas e ideológicas. Explorando múltiplos pontos de contacto desses ecos no nosso quotidiano, Arte de Ser… interroga o nosso tempo, propondo novas formas de olhar possíveis futuros. 

Ficha Artística:
Peça escrita a partir da obra de Teixeira de Pascoaes: “Arte de Ser Português”
Texto Dramatúrgico Original: Inês Leite
Encenação e Concepção Plástica: Inês Leite
Interpretação: Inês Garrido
Desenho de Luz: Francisco Tavares Teles
Desenho de Som e Música original: Romeu Guimarães
Voz off: Pedro Estorninho

Apoio Pesquisa Dramatúrgica: Ana da Palma

Ficha Técnica:
Apoio Construção de Cenografia e Espaço Cénico: José Lopes
Registo Vídeo: Eduardo Morais
Registo Fotográfico: Pedro Ferreira
Produção: TEatroensaio
Design Gráfico: Augusto Pires / Makeup Design

Apoios e Parcerias:
Cace Cultural do Porto – IEFP, IP, Moagem Ceres S. A., Esmae-IPP, TNSJ, Deriva Editores, Esmae-IPP, Teatro Art´Imagem, Vinhos do Porto Fonseca apoia a Cultura, AJHLP, Makeup Design.
Corrente Alterna, mostra de criações incógnitas, uma coprodução Cia Erva Daninha e Teatro Nacional São João.


terça-feira, julho 02, 2013

Oficina de Introdução ao Teatro - de 12 a 14 de Julho de 2013



o TEatroensaio apresenta mais uma
Oficina de Teatro

Formadores: Inês Leite e Pedro Estorninho
Datas: 12, 13 e 14 de Julho de 2013
Horário: Sexta das 20h30 às 23h30, Sábado e domingo das 15h às 18h30
Local: Grande Auditório, Cace Cultural do Porto

(antiga central eléctrica, Rua do Freixo, 1071 - metro e cp: campanhã; Bus: 400 e 205 paragem EDP. Estacionamento Gratuito)

Curso para maiores de 15 anos
Número máximo de participantes: 20
Número mínimo de participantes: 8 (inscrições abertas até dia 10 de Julho, sujeito a confirmação)
Nº total de Horas: 10 horas;
Custo: 35 €/participante;

(os participantes deveram trazer fato-de-treino e sapatilhas)

Para mais informações ligue 918626345 ou 937017575. 
Inscrições: teatroensaio@gmail.com
envie-nos um email com o seu nome completo,idade, contacto telefónico
e morada.


Temas abordados na Oficina:
- História do Teatro;
- Dinâmicas de Grupo e Jogos Teatrais;
- Corpo;
- Voz;
- Improvisação;
- Interpretação.

Formadores:
Inês Leite
Licenciatura em Estudos Teatrais (2005) e Bacharelato em Teatro-Interpretação, ESMAE – IPP.
Como actriz trabalhou com encenadores como António Durães, Pedro Estorninho, Lee Beagley, José Carretas e em companhias como Panmixia AC, Produções Suplementares, Teatro das Beiras e TEatroensaio onde exerce o cargo de Directora desde a sua fundação. Em cinema trabalhou com Raquel Freire no filme “Veneno Cura” e Eduardo Sousa.
Como encenadora apresentou “Pássaro de Papel” (TEatroensaio, 2010), “Morte e Vida Severina” de João Cabral de Mello Neto (Grupo TERB-CAR e CCVF, Guimarães, 2010) e integra o Programa Paredes com Teatro, onde encenou 8 peças desde 2006, entre outros. Foi professora de Expressão Dramática durante vários anos.
Trabalhou como Assistente de Encenação com António Durães e Pedro Estorninho (TEatroensaio, 2009 e 2010) e João Mota (ESMAE – IPP,
2009-2010). Trabalhou como Orientadora de Projectos Independentes na ESMAE (2º Ano) durante o ano lectivo de 2009 e 2010.

Pedro Estorninho
 Actor e encenador em companhias portuguesas e estrangeiras: A Barraca, Teatro da Trindade, C.C.B., Casa Nostra, Théâtre Repetition de Paris, entre outras. Participou na Opera Oratorium “Une Femme de Parole” (compositor Thierry Machuel, encenação de Pierre Voltz -Nancy e Paris, 2006).  Encenou “Pedras Negras” peça apresentada no Teatro Comunale de Benevento (2007, Nápoles Itália). Escreveu para Companhia de Teatro de Sintra, Festival Vicentino, Festival de Artes de Monsaraz, Telemaque (Marselha), Theatre Repetition de Paris, Theatre 1.

 Publicou pela Editora Utopia o livro de contos “LX Contos”. Foi Conselheiro da Cultura do comité da Casa de Portugal Paris, Director da Companhia de Teatro de Portel. É Director Artístico da companhia TEatroensaio.

sexta-feira, junho 21, 2013

DramaTEns 2013

Encerrou hoje às 17h o concurso DramaTEns, agradecemos a todos os que enviaram os seus textos. O vencedor será anunciado no próximo dia 25 de Outubro. Mais uma vez obrigado aos participantes e Boa Sorte!

quarta-feira, junho 19, 2013

Estórias do Mato - Auditório da Quinta da Caverneira


O TEatroensaio e o Teatro Art´Imagem apresentam o espectáculo:
(inserido na programação regular de Teatro do Auditório da Quinta da Caverneira)

  Estórias do Mato  
    a guerra colonial em palco  

a partir do livro "Não sabes como vais morrer" de Jaime Froufe de Andrade
Dramaturgia e Encenação: Pedro Estorninho
Música Original de José Mário Branco

 Dias 27*, 28, 29, 30 de Junho de 2013, 21h30  
 Auditório da Quinta da Caverneira,
 Águas Santas, Maia 

Bilheteira e Dados do Espectáculo:
Duração: (aprox.) 1h
Classificação: maiores de 12 anos
Contacto Bilheteira: 222084014
Preçário: Bilhete Único 5€

Auditório da Quinta da Caverneira
Av. Pastor Joaquim Eduardo Machado
Águas Santas
4425-253 Maia
Portugal
GPS:  - 08º 34' 35'' O  |  - 41º 12' 06'' N

Ficha Artística: 
Texto original: Jaime Froufe  Andrade
Dramaturgia e Encenação: Pedro Estorninho
Música Original: José Mário Branco
Direcção de Produção: Inês Leite
Interpretação: André Figueira, José Topa, Paulinho Oliveira, Pedro Roquette;
Cenografia: Paulo Barrosa
Figurinos: Inês Mariana Moitas
Desenho de Luz e Som: Romeu Guimarães
Música interpretada por: João Lóio
Produção: TEatroensaio

Ficha Técnica:
Registo Áudio: Ricardo Gandra
Trailer e Registo Vídeo: Eduardo Morais
Registo Fotografia: Pedro Ferreira
Design Gráfico: Makeup Design / Augusto Pires
Documentário televisivo: TKNT (Co-Produção com o TEatroensaio)

Sinopse:
No começo de um dos muitos debates que se têm feito sobre a guerra colonial e sobre os ex-combatentes, Alferes Isidro conta-nos a sua história, transportando-nos numa analepse que nos coloca no seu último dia de guerra e de África onde se encontra numa situação de espera com o Sargento João, contando um ao outro as suas histórias de guerra e do mato.

* no dia 27 de Junho a companhia TEatroensaio irá aderir à Greve Geral Nacional

sexta-feira, junho 07, 2013

Adesão a Greve Geral

O TEatroensaio vem por este meio anunciar a sua adesão à Greve Geral agendada para 27 de Junho de 2013.
 Assim, esta companhia não apresentará o espectáculo “Estórias do Mato” neste dia, mantendo as restantes datas de apresentação de 28 a 30 de Junho de 2013, pelas 21h30 no Auditório da Quinta da Caverneira, Águas Santas (Maia).

 Esta decisão prende-se com a grave situação que o país atravessa, o empobrecimento progressivo dos portugueses assim como, e especificamente para a área da Cultura, as dificuldades acrescidas que o sector atravessa, nomeadamente:
- o desinvestimento no serviço público que assegura o direito constitucional à Fruição Cultural, com a extinção do Ministério da Cultura e a redução dos apoios destinados à criação teatral por parte da DGArtes;
- as restrições orçamentais impostas aos Municípios e Entidades de Programação, que consequentemente inviabilizam a contratualização e compra de espectáculos, tão necessária à sustentabilidade das Companhias de Teatro Independentes;
- a fragilização da capacidade económica dos portugueses, implicando a redução dos públicos e um retrocesso na formação cultural e cívica da sociedade;
- o aumento da carga fiscal sobre as actividades culturais, nomeadamente o aumento brutal das taxas relacionadas com o licenciamento de espectáculos e do IVA;


 Assim, o TEatroensaio – Teatreia Associação Cultural não poderia deixar de se associar a esta acção de luta convocada pelas maiores centrais sindicais deste país, esperando contribuir para uma alteração real da situação actual da Cultura e do País.

quinta-feira, maio 09, 2013

Estórias do Mato: promo @ Eduardo Morais

video

Estórias do Mato

Veja o teaser do espectáculo em
 http://www.youtube.com/watch?v=rbeSgrcoVIk

Estórias do Mato - a guerra colonial em palco







fotos: @ Pedro Ferreira
com José Topa, Paulinho Oliveira, Pedro Estorninho, Pedro Roquette

quinta-feira, maio 02, 2013

Espectáculo "Estórias do Mato- A guerra colonial em palco"




De 9 a 12 de Maio de 2013, 21h30, Teatro Helena Sá e Costa, Porto

Ficha Artística:
Texto original: Jaime Froufe  Andrade
Dramaturgia e Encenação: Pedro Estorninho
Música Original: José Mário Branco
Direcção de Produção: Inês Leite
Interpretação: José Topa, Paulinho Oliveira, Pedro Estorninho, Pedro Roquette;
Cenografia: Paulo Barrosa
Figurinos: Inês Mariana Moitas
Desenho de Luz e Som: Romeu Guimarães
Música Interpretada por: João Lóio

Ficha Técnica:
Registo Áudio: Ricardo Gandra
Trailer e Registo Vídeo: Eduardo Morais
Registo Fotografia: Pedro Ferreira
Design Gráfico: Makeup Design / Augusto Pires
Documentário televisivo: TKNT (Co-Produção com o TEatroensaio)

Texto Original: “Não sabes como vais morrer” - 7 mais 1 histórias de guerra de Jaime Froufe de Andrade, colecção Memória Perecível da Associação dos Jornalistas e Homens de Letras do Porto (4ª edição, ISBN: 978-972-622-025-1)

Apoios:
THSC, Cace Cultural do Porto/IEFP-IP, TNSJ, Esmae/IPP, Serviços Áudio Esmae/IPP, Moagem Ceres S. A., Vinhos Fonseca, AJA Norte, Makeup Design, TKNT, AJHLP, Clube de Leitores.

sexta-feira, abril 26, 2013

Conferência "Memórias de Guerra e de Futuro"

O TEatroensaio convida-o a assistir à Conferência:

Memórias de Guerra e de Futuro

Sexta-feira, dia 3 de Maio, 21h30


Associação de Jornalistas e Homens de Letras do 

Porto

(Rua Rodrigues Sampaio, 140, Porto - ao Rivoli, TLF: 222 080 565)
Parceria AJHLP
Entrada Gratuita

com:
Jaime Froufe Andrade (jornalista e escritor)
Pedro Estorninho (dramaturgo, encenador e director artístico TEatroensaio)
Nuno F. Santos (jornalista)



--
Esta conferência é um evento paralelo de promoção do espectáculo


Estórias do Mato - a guerra colonial em palco

de 9 a 12 de Maio de 2013, pelas 21h30

Teatro Helena Sá e Costa
(Rua da Escola Normal, 39, Porto, TLF Bilheteira: 225 193 760)

Dramaturgia e encenação de Pedro Estorninho e música original de José Mário Branco, espectáculo criado a partir do livro "Não sabes como vais morrer" de Jaime Froufe Andrade (4ª edição, Colecção Memória perecível, AJHLP).

Sinopse:
No começo de um dos muitos debates que se têm feito sobre a guerra colonial e sobre os ex-combatentes, Alferes Isidro conta-nos a sua história, transportando-nos numa analepse que nos coloca no seu último dia de guerra e de África onde se encontra numa situação de espera com o Sargento João, contando um ao outro as suas histórias de guerra e do mato.

Dados sobre o espectáculo:
Duração: (aprox.) 1h
Classificação: maiores de 12 anos
Bilheteira: 225 193 760 / 961 631 382 (Aberta em dias de Espectáculo, duas horas antes do mesmo)
Preçário: Bilhetes Ex-Combatentes: 5€; Bilhetes Normais:10€; Bilhetes Jovens (25 anos)/Estudantes/ Reformados e Profissionais do Espectáculo: 5€: Grupos com ou mais de 10 pessoas: 7,50€
Teatro Helena Sá e Costa, Rua da Escola Normal, 39 Porto.

Ficha Artística:
Texto original: Jaime Froufe Andrade
Dramaturgia e Encenação: Pedro Estorninho
Música Original: José Mário Branco
Direcção de Produção: Inês Leite
Interpretação: José Topa, Paulinho Oliveira, Pedro Estorninho, Pedro Roquette;
Cenografia: Paulo Barrosa
Figurinos: Inês Mariana Moitas
Desenho de Luz e Som: Romeu Guimarães

Ficha Técnica:
Trailer e Registo Vídeo: Eduardo Morais
Registo Fotografia: Pedro Ferreira
Design Gráfico: Makeup Design / Augusto Pires
Documentário televisivo: TKNT (Co-Produção com o TEatroensaio)

segunda-feira, abril 15, 2013

TEatroensaio Fora de Palcos em Aveiro


Esta sexta-feira dia 19 de Abril de 2013, pelas 21h30
o TEatroensaio estará em Aveiro para mais um evento
Fora de Palcos.
Em parceria com a AJA núcleo de Aveiro, apresentaremos o Filme "Caos" e o Nº 1 da revista "Ensaios de Teatro".
No Mercado Negro, sala castanha. 
Entrada Gratuita.
Com Eduardo Morais e Inês Leite
A não perder!

quinta-feira, abril 11, 2013

Estórias do Mato - a guerra colonial em palco


É já no dia 9 de maio que estreia a mais recente criação do TEatroensaio
Estórias do mato
a guerra colonial em palco

a partir do livro "Não sabes como vais morrer" de Jaime Froufe Andrade
dramaturgia e encenação de Pedro Estorninho
música original de José Mário Branco
Interpretação: José Topa, Paulinho Oliveira, Pedro Estorninho e Pedro Roquette.

De 9 a 12 de Maio de 2013, 21h30
Teatro Helena Sá e Costa

Entretanto o TEatroensaio deixa algumas pistas para esta nova produção:
Acção de promoção do espectáculo no evento "Bairro dos Livros" 
parceria TEatroensaio/Clube de Leitores.
Produção Cultureprint
Sábado, 13 de Abril de 2013, 15h45m
Livraria Moreira da Costa
Leitura de excertos do livro por Inês Leite

Conferência "Memórias de Guerra e de Futuro"
com Jaime Froufe Andrade (autor) e Pedro Estorninho (Encenador)
Sexta-feira, 3 de maio de 2013, 21h30
Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto
Parceria TEatroensaio / AJHLP

quarta-feira, março 27, 2013

Mensagem do Dia Mundial de Teatro 2013


Mensagem do Dia Mundial do Teatro 2013, escrita por Dario Fo:

Há uns anos atrás, o PODER, no máximo da sua intolerância, escorraçou os artistas dos seus países. Hoje em dia, os atores e as companhias sofrem com a dificuldade de encontrar espaços, teatros e público; tudo por conta da crise. Os governantes já não se preocupam em controlar quem os cita com ironia e sarcasmo, uma vez que os atores não têm espaços nem publico que os veja. Contrariamente ao que acontece hoje, no período da Renascença em Itália, os governantes tiveram enormes dificuldades em controlar os atores e comediantes que conseguiam mobilizar a sociedade para assistirem aos seus espetáculos. É sabido que o grande êxodo dos comediantes aconteceu no século da Contra-Reforma, quando foi decretado o desmantelamento de todos os espaços teatrais, especialmente em Roma, por serem acusados de desrespeito à cidade santa. O Papa Inocêncio XII, pressionado pela ala mais conservadora da burguesia e dos altos representantes do clero, ordenou em 1697 o encerramento do Teatro de Tordinona por se considerar que, neste local, diziam os mais moralistas, se faziam espetáculos considerados obscenos. Na época da Contra-Reforma, o Cardeal Charles Borromée, no norte de Itália, divulgou a consagração da redenção das “crianças milanesas” estabelecendo uma clara distinção dos nascidos na arte, como expressão máxima de educação espiritual, e o teatro, manifestação de profanação e leviandade. Numa carta endereçada aos seus colaboradores, que cito de memória, o Cardeal Charles Borromée exprime-se mais ou menos nos seguintes termos: “Nós que estamos empenhados em exterminar a planta maligna, tentaremos, lançando fogo aos textos e discursos infames, fazer com que estes se apaguem da memória dos homens, do mesmo modo que perseguiremos todos aqueles que teimem em divulgar os textos impressos. Sabemos que, enquanto nós dormirmos, o diabo estará atento, com atenção redobrada. Então, o que será mais premente, o que os olhos vêem ou o que se pode ler nos livros? O que será mais devastador para as mentes dos adolescentes e crianças, a palavra proferida com gestos apropriados, ou a palavra morta, impressa nos livros? É urgente expulsar das nossas cidades as gentes do teatro, tal como já fizemos com os espíritos indesejáveis”.
Logo, a única solução para a crise reside na esperança de uma grande caça às bruxas que estão contra nós, e sobretudo contra os jovens que querem aprender a arte do Teatro: só assim nascerá uma nova geração de comediantes que aproveitará desta nossa experiência e dela tirará benefícios inimagináveis na procura de novas formas de representação.

Dario Fo

Tradução:
Margarida Saraiva
Escola Superior de Teatro e Cinema

segunda-feira, março 18, 2013

Oficina de Introdução ao Teatro de 5 a 7 de Abril


O TEatroensaio apresenta mais uma
Oficina de Introdução ao Teatro

Datas: 5,6 e 7 de Abril de 2013
Local: Cace Cultural do Porto 

Formadores: Inês Leite e Pedro Estorninho
Horário: Sexta das 20h30 às 23h30, Sábado e domingo das 15h às 18h30

Local: Grande Auditório, Cace Cultural do Porto
(antiga central eléctrica, Rua do Freixo, 1071 - metro e cp: campanhã; Bus: 400 e 205 paragem EDP. Estacionamento Gratuito)
Curso para maiores de 15 anos
Número máximo de participantes: 20
Número mínimo de participantes: 8 (inscrições abertas até dia 2 de Abril, sujeito a confirmação)
Nº total de Horas: 10 horas;
Custo: 35 €/participante;

(os participantes deveram trazer fato-de-treino e sapatilhas)

Para mais informações ligue 918626345 ou 937017575. 
Inscrições: teatroensaio@gmail.com
envie-nos um email com o seu nome completo,idade, contacto telefónico e morada.


Temas abordados na Oficina:
- História do Teatro;
- Dinâmicas de Grupo e Jogos Teatrais;
- Corpo;
- Voz;
- Improvisação;
- Interpretação.

Formadores:
Inês Leite

Licenciatura em Estudos Teatrais (2005) e Bacharelato em Teatro-Interpretação, ESMAE – IPP.
Como actriz trabalhou com encenadores como António Durães, Pedro Estorninho, Lee Beagley, José Carretas e em companhias como Panmixia AC, Produções Suplementares, Teatro das Beiras e TEatroensaio onde exerce o cargo de Directora desde a sua fundação. Em cinema trabalhou com Raquel Freire no filme “Veneno Cura” e Eduardo Sousa.
Como encenadora apresentou “Pássaro de Papel” (TEatroensaio, 2010), “Morte e Vida Severina” de João Cabral de Mello Neto (Grupo TERB-CAR e CCVF, Guimarães, 2010) e integra o Programa Paredes com Teatro, onde encenou 8 peças desde 2006, entre outros. Foi professora de Expressão Dramática durante vários anos.
Trabalhou como Assistente de Encenação com António Durães e Pedro Estorninho (TEatroensaio, 2009 e 2010) e João Mota (ESMAE – IPP,
2009-2010). Trabalhou como Orientadora de Projectos Independentes na ESMAE (2º Ano) durante o ano lectivo de 2009 e 2010.

Pedro Estorninho
 Actor e encenador em companhias portuguesas e estrangeiras: A Barraca, Teatro da Trindade, C.C.B., Casa Nostra, Théâtre Repetition de Paris, entre outras. Participou na Opera Oratorium “Une Femme de Parole” (compositor Thierry Machuel, encenação de Pierre Voltz -Nancy e Paris, 2006).  Encenou “Pedras Negras” peça apresentada no Teatro Comunale de Benevento (2007, Nápoles Itália). Escreveu para Companhia de Teatro de Sintra, Festival Vicentino, Festival de Artes de Monsaraz, Telemaque (Marselha), Theatre Repetition de Paris, Theatre 1.
 Publicou pela Editora Utopia o livro de contos “LX Contos”. Foi Conselheiro da Cultura do comité da Casa de Portugal Paris, Director da Companhia de Teatro de Portel. É Director Artístico da companhia TEatroensaio.

sábado, março 16, 2013

Lançamento do Livro de Poemas "Onde (in)escrevo os Amigos" de Pedro Estorninho

No Dia Mundial da Poesia
O TEatroensaio convida-o a assistir ao Lançamento do Livro

Onde [in]escrevo os Amigos

de Pedro Estorninho

Quinta-feira, 21 de Março de 2013, 19h
Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto
(Rua Rodrigues Sampaio, Nº 140, Porto)

Programa:
Apresentação: Nuno F. Santos (Jornalista)
Música: Companhia da Bruma
Poemas Lidos por: Inês Leite, Paulo Oliveira, Pedro Carvalho, Valdemar Santos
Apoios: Makeup Design, Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto, TEatroensaio, vinhos Fonseca apoia a cultura.

O Livro pelo autor:

“Onde [in]escrevo os Amigos” trata e trata-se exactamente de uma inscrição. Não sei se lhe posso chamar poesia, nem, confesso, foi uma preocupação a forma com que escrevi este último livro. Preocupei-me sim em (in)escrever as coisas, as pessoas e a ilações que vou tirando do que por mim passa, tem passado.
 Insisto na palavra (in)escrever, pois parece-me que a inscrição é muito mais forte e profunda.
 É como uma tatuagem interior, como se pudéssemos tatuar-nos por dentro, tatuar o coração, os músculos, os ossos, quem sabe tatuar a alma. Porque (in)escrever amigos é certamente muito melhor do que escrevê-los.
 Passeando-me, agora mais com as revisões e tratamento do livro, por estes escritos vejo-o como uma inscrição minha na pedra, talhando-a e efectivamente colocando lá, acima já o referi, pessoas, acontecimentos, estórias, etc.
 Se são poemas? Poderão ser, quem sabe.
 Pedro Estorninho



quinta-feira, março 07, 2013

quinta-feira, fevereiro 21, 2013

dramaTEns 2013 - Concurso Anual de Dramaturgia


O TEatroensaio apresenta o seu Concurso Anual de Dramaturgia
dramaTEns

Este concurso tem a primeira edição em 2013 e visa incentivar e divulgar a criação dramatúrgica em Língua Portuguesa, contribuindo para o desenvolvimento do Teatro e dos Estudos Teatrais em português.
O Texto vencedor será publicado na revista "Ensaios de Teatro" (parceria TEatroensaio/Deriva Editores).   Para além disto será realizada uma Leitura ao público, dirigida pelo Teatroensaio a 13 de Dezembro de 2013 no Salão Nobre do Teatro Nacional São João, no Porto

Objectivos:
Incentivar e divulgar a criação dramatúrgica em língua portuguesa.

Calendário:
Data de Abertura: 21 de Fevereiro de 2013.
Data Limite para a Entrega dos textos: 21 de Junho de 2013, 17h.
Data de Anúncio do Vencedor: 25 de Outubro de 2013.
Data de Publicação e Apresentação pública do texto: 13 de Dezembro de 2013.

Regulamento
1.      Quem pode concorrer?
1.1.Maiores de 18 anos.
1.2.Cidadãos portugueses (residentes ou não em Portugal) e cidadãos de países de Língua Oficial Portuguesa;
1.3. Não poderão concorrer autores que mantenham vínculo de natureza laboral ou cargo na entidade promotora (TEatroensaio – Teatreia Associação Cultural);
1.4. Os concorrentes poderão candidatar-se com um ou mais textos da sua autoria, desde que anónimos, originais e inéditos.

2.      Qual o formato e tipo de textos a concurso?
2.1.Os textos a concurso têm tema livre e deverão ser escritos em português e serem originais e inéditos (sem qualquer apresentação prévia, seja sob a forma de leitura, espectáculo ou edição) nem premiados/distinguidos em concurso anteriormente. (mesmo com diferente título);
2.2.Texto tem de permitir um espectáculo com uma hora de duração (60m);
2.3. Número de personagens não superior a cinco.
2.4. Tipo de letra: Times New Roman, tamanho de Letra: 14, parágrafos/espaçamento entre linhas de 1 (simples).
2.5. Os originais deverão ser assinados com pseudónimo. Caso o concorrente se candidate com várias obras deverá assinar cada obra com um pseudónimo diferente.

3.      Como e quando deverão ser entregues os textos a concurso? 
3.1.Os textos deverão ser entregues até 21 de Junho de 2013 às 17h (hora de Lisboa).
3.2.A divulgação de qualquer elemento que permita a identificação do original e seu autor implica a exclusão do mesmo.
3.3. O Texto poderá ser remetido via email ou via correio registado.
No caso de ser enviado via email (recepção sujeita a confirmação via email):
- o texto deverá ser enviado para o email: dramatens.teatroensaio@gmail.com
O email emissor não poderá conter nenhum nome ou alusão ao autor, mas apenas ao pseudónimo.
     No caso de ser enviado por correio registado:
     - o texto deverá ser enviado para a seguinte morada:
DramaTEns TEatroensaio
Rua Alfredo Keil, 243, h. 15
4150 – 049 Porto, Portugal
     - O texto deverá ser enviado num envelope, donde constará no remetente apenas o pseudónimo respectivo. Os textos cujo carimbo ultrapasse a data de entregue serão excluídos do concurso;
     - o texto deverá vir acompanhado de um envelope fechado contendo no seu interior o nome e contacto do autor, e no seu exterior o pseudónimo utilizado e o título do texto.
     - os envelopes contendo o nome do autor do texto premiado serão abertos apenas após decisão final do júri.

4.      Constituição do Júri
4.1. O Júri será composto por 5 elementos (sendo dois elementos pertencentes à direcção da Teatreia Associação Cultural e os restantes convidados pela mesma).
4.2. As decisões do júri não são sujeitas a recurso.

5.      Prémio
5.1 O título da peça premiada e respectivo autor será anunciado a 25 de Outubro de 2013.
5.2. O texto vencedor será publicado na revista Nº2 “Ensaios de Teatro”.
5.3 O texto vencedor será lido publicamente a 13 de Dezembro de 2013,no Salão Nobre do Teatro Nacional São João no Porto, sendo esta leitura dirigida pela companhia TEatroensaio. Nesta sessão será entregue um troféu simbólico e uma cópia da revista ao autor.
5.4 O júri não é obrigado a atribuir o prémio, se assim o entender.

6.      Disposições Finais
6.1.A entrega dos originais implica o conhecimento e a concordância do seu autor com todas as cláusulas constantes deste regulamento.
6.2. Os casos omissos ou dúvidas interpretativas serão resolvidos pelo TEatroensaio – Teatreia Associação Cultural, e da sua decisão não haverá recurso.


quarta-feira, fevereiro 20, 2013

TEatroensaio Fora de Palcos - Braga


No dia 28 de Fevereiro, quinta-feira, pelas 22h, o TEatroensaio irá realizar mais uma sessão "Fora de Palcos", desta vez em Braga na Taberna SVBVRA.
Entrada Gratuita.
A não perder!

Programa:
- Apresentação do Filme "Caos" de Eduardo Morais
- Lançamento do Nº 1 da Revista "Ensaios de Teatro"
Com Eduardo Morais, Inês Leite e Pedro Estorninho

Filme Caos
Sinopse:

Um casal de amantes, dois homens solitários, um pai e uma filha. Seis personagens cruzam-se numa cidade que não é a sua, uma cidade estrangeira, feita de solidões e estranhamento. Une-as a língua e um café que é o “porto de abrigo” num país diferente, entre o lar e o sítio público.

Ficha Artística:
Realização e Cinematografia: Eduardo Morais
Direcção de Actores e Ideia Original: Pedro Estorninho
Direcção de Produção: Inês Leite
Assistência de Realização: Joana Vieira da Costa
Edição de Imagem e Som: Eduardo Morais
Etalonagem e Grafismo: Eduardo Morais
Guarda-Roupa: Inês Mariana Moitas
Interpretação: Helena Carneiro (Mulher Sem Nome), Inês Leite (Filha), José Eduardo Silva (Homem Sem Nome), José Leitão (Dono do Café), José Topa (Solitário), Valdemar Santos (Desafortunado).
Figuração Especial: Ana da Palma, Ana Kennerly, Gil Costa Santos, Inês Garrido, Jorge Delmar (Clientes do Café)
Produção: TEatroensaio

Les Temps des Cerises:
Música Original (1866): Antoine Renard
letra original (1866): Jean-Baptiste Clément
Versão de "Le Temps des Cerises": Companhia da Bruma
Direcção Musical: Paulo Barrosa
Registo e Mistura Áudio: Miguel Guerra
Músicos: Hugo Brito (Violino), Joana Pereira (Voz), Paulo Barrosa (Guitarra)
Enivrez-vous:
Poema Original de Charles Baudelaire em "Petits Poémes en Prose" (1869)

Apoios: TNSJ, Cace Cultural do Porto-IEFP/IP, Pastelaria Delícias da Madalena, Café Pedra Nova, Teatro Art´Imagem, Vinhos Fonseca Apoio à Cultura, Moagem Ceres S.A.



REVISTA ENSAIOS DE TEATRO
Ficha Artística:
Edição: TEatroensaio / Deriva Editores
Textos: Alain Maillard, Alberto Medalla, Eduardo Morais, Inês Leite, José Leitão, Paulo Barrosa, Pedro Estorninho, Pedro Sobrado e Sérgio Lopes.
Grafismo: João Moreira
Foto Capa: Pedro Ferreira

segunda-feira, fevereiro 04, 2013

Revista "Ensaios de Teatro" Nº1 (segunda edição)



O TEatroensaio lançou a segunda "Ensaios de Teatro" Nº1, que já pode ser adquirida.
 Para tal basta enviar-nos um email com o seu pedido, a sua morada e o comprovativo da transferência multibanco/bancária de 10€ para a conta da Teatreia AC com o NIB: 0036  0127  9910 0027 1102 0 (conta Montepio).

Esta revista conta com textos de: Alain Maillard, Alberto Medalla, Eduardo Morais, Inês Leite, Paulo Barrosa, Pedro Estorninho, Pedro Sobrado, Sérgio Lopes e resulta de uma parceria do TEatroensaio com a Deriva Editores.
A Não Perder!

quarta-feira, janeiro 09, 2013

TEatroensaio Fora de Palcos - Biblioteca Municipal de Gaia


O Município de Vila Nova de Gaia, através da Gaianima E.E.M e o TEatroensaio
têm a honra de o convidar a assistir ao evento
TEatroensaio Fora de Palcos
na sexta-feira, 25 de Janeiro de 2013, 18h30,
no Auditório da Biblioteca Municipal de Gaia.
(Rua de angola, 4430-014 Mafamude, V. N. Gaia; T: 223745670)
Programa:
- Apresentação do Filme "Caos" de Eduardo Morais;
- Lançamento do Nº1 da Revista "Ensaios de Teatro"

Filme Caos
Sinopse:
Um casal de amantes, dois homens solitários, um pai e uma filha. Seis personagens cruzam-se numa cidade que não é a sua, uma cidade estrangeira, feita de solidões e estranhamento. Une-as a língua e um café que é o “porto de abrigo” num país diferente, entre o lar e o sítio público.

Ficha Artística:
Realização e Cinematografia: Eduardo Morais
Direcção de Actores e Ideia Original: Pedro Estorninho 
Direcção de Produção: Inês Leite
Assistente de realização: Joana Vieira da Costa
Edição de Imagem e Som: Eduardo Morais
Etalonagem e Grafismo: Eduardo Morais
Guarda-Roupa: Inês Mariana Moitas
Interpretação: Helena Carneiro (Mulher Sem Nome), Inês Leite (Filha), José Eduardo Silva (Homem Sem Nome), José Leitão (Dono do Café), José Topa (Solitário), Valdemar Santos (Desafortunado).
Figuração Especial: Ana da Palma, Ana Kennerly, Gil Costa Santos, Inês Garrido, Jorge Delmar (Clientes do Café).
Música Original (1866): Antoine Renard 
Letra Original (1866): Jean-Baptiste Clément 
Versão de “Le Temps des Cerises”: Companhia da Bruma
Direcção Musical: Paulo Barrosa
Registo e Mistura Áudio: Miguel Guerra
Músicos: Hugo Brito (Violino), Joana Pereira (Voz), Paulo Barrosa (Guitarrra).
Produção: TEatroensaio
Apoios: TNSJ, Cace Cultural do Porto - IEFP/IP, Pastelaria Delícias da Madalena, Café Pedra Nova, Teatro Art´Imagem, Vinhos Fonseca, Moagem Ceres S. A.
Agradecimentos:  António Leite, Carina Moutinho, Carlos Carvalho, Eunice Ferreira, Inês Moitas, José Topa, Maria Emília Pereira, Maria Helena Leite, Pedro Carvalho, Serafim Gabriel.


Revista Ensaios de Teatro (nº1)
Ficha Artística:
Edição: TEatroensaio / Deriva Editores
Textos: Alain Maillard, Alberto Medalla, Eduardo Morais, Inês Leite, José Leitão, Paulo Barrosa, Pedro Estorninho, Pedro Sobrado e Sérgio Lopes.
Grafismo: João Moreira
Foto Capa: Pedro Ferreira