quinta-feira, julho 09, 2015

Só Se Eu Quiser - Estreia Absoluta


Estreia Absoluta
Só Se Eu Quiser
de Pedro Estorninho
no Teatro Carlos Alberto, Porto
uma coprodução TEatroensaio|Teatro Nacional São João
com Valdemar Santos

mais info em: http://www.tnsj.pt/home/espetaculo.php?intShowID=792

Sinopse:
Este espectáculo apresenta um doente em fase terminal que vê as suas capacidades físicas a desaparecer enquanto mantém a lucidez. Em relação directa com o público vai explorando os temas da doença, incapacidade, solidão, relações familiares e a existência. Um monólogo para um actor, Valdemar Santos, monólogo esse que não revela uma visão confortante do tema, mas antes a apresentação nua e crua da fragilidade humana e da sua perversidade.

Com texto e encenação de Pedro Estorninho este espectáculo pretende trabalhar o tema da tomada de decisão em contexto íntimo e pessoal (perante a doença e a inevitabilidade da morte). Constrangimentos físicos e psicológicos, historial de vida, um tema com amplas repercussões a nível da sociedade portuguesa e europeia, à medida que as suas populações vão envelhecendo e que a esperança média de vida vai aumentando.

Ficha Artística:
Texto e Encenação: Pedro Estorninho
Interpretação: Valdemar Santos
Desenho de Luz: Romeu Alves Guimarães
Guarda-Roupa: Inês Mariana Moitas
Vídeo: Eduardo Morais
Cenografia: TEatroensaio
Co-Produção: TEatroensaio/TNSJ

Ficha Técnica:
Direcção de Produção: Inês Leite
Montagem e Operação de Luz e Som: Hugo Valter Moutinho
Construção de Cenografia e Montagem: José Lopes
Direcção de Comunicação: Pedro Ferreira

Projecto Financiado por:
Governo de Portugal|Secretário de Estado da Cultura|Direcção Geral das Artes

Apoios/Parcerias:
Cace Cultural do Porto - IEFP/IP | ESMAE/IPP | TNSJ | Moagem Ceres S.A. | Deriva Editores | AJHLP | Makeup Design | APELGA | Teatro Art´Imagem | Festival Cinanima

Agradecimentos:
ANEM – Associação Nacional de Esclerose Múltipla